Mãe salva filha mas tem queimaduras em incendio provocado pelo marido

Uma dona de casa, de 23 anos, e a filha dela, de 2 anos e 5 meses, passaram momentos de desespero quando tiveram a casa incendiada na manhã de domingo (13), no bairro São Francisco, em Cariacica. Elas ficaram feridas. O ex-marido da jovem, pai da criança, é o suspeito de ter cometido o crime.

Mãe e filha moram em um apartamento no segundo andar de um prédio. Um gesseiro de 24 anos contou que ajudou no combate ao incêndio. Ele relembrou que a mulher estava dentro do apartamento, com a porta aberta, quando o homem chegou com um vidro de álcool e, em seguida, ateou fogo.

“Foi um desespero enorme. Só ouvimos o barulho e a jovem gritando. Corremos para ajudar, mas os vizinhos também nem conseguiram sair. Tiveram que pular as janelas porque a porta estava tomada de fogo, e a fumaça, por ser tão preta, tomou todos os andares do imóvel”, explicou.

Ainda segundo a testemunha, a preocupação maior foi com a criança, que ficou presa no apartamento. “Para piorar a situação, estamos sem água e tivemos dificuldades para apagar as chamas. Tentamos da melhor forma. Juntamos baldes com água, mas não foi o suficiente. As chamas só abaixaram após a chegada dos Bombeiros”.

“Quando chegamos, ela estava abraçada com a filha, como se quisesse protegê-la. Talvez seja por isso que a menina não tenha queimaduras, ao contrário da mãe, que está com as costas queimadas”. O relato é do aposentado de 66 anos, vizinho da mãe e filha que tiveram o apartamento incendiado.

Por nota, a Polícia Militar disse que “de acordo com informações colhidas no local, o incêndio teria sido criminoso, provocado pelo marido e pai das vítimas. Ele não foi localizado”.

*Com informações do Tribuna Online.

COMPARTILHAR

Warning: A non-numeric value encountered in /home3/reporterbarra/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 1008