Disputa eleitoral do próximo ano pode apresentar número atípico de candidatos

A expectativa para as eleições do próximo ano, quando ocorre em 2022, poderá apresentar pelo menos no município e região, um número bastante atípico de candidatos. As eleições gerais estão programadas para acontecerem no Brasil em 2 de outubro de 2022 quando o eleitorado irá eleger o Presidente, o Vice-Presidente e o Congresso Nacional.

Mas o que chama atenção são as eleições para Governador e vice, mais os deputados estaduais cuja escolha, serão realizadas simultaneamente. Claro que o número sempre pode ser “enxugado”, dependendo dos grupos políticos que estarão colocando nomes paa a disputa.

Barra de São de São Francisco que já esteve representada na Ales – Assembleia Legislativa-ES pelos deputados: Enivaldo dos Anjos, Edson Henrique Pereira, Giuliano dos Anjos e por Luciano Surdine Pereira, poderá polarizar entre o atual vice-prefeito Gustavo Lacerda e o militar Marcelo Firmino.

Para que isso ocorra, é importante ver que existem outros nomes que poderão ser apresentados, além desses já citados. O ex-vereador e presidente da Câmara, Juvenal Calixto, se encontra no grupo de Carlos Manato, pretenso candidato ao Governo do Estado. Hoje, Juvenal assessora o deputado Torino Marques e se não tiver o nome na disputa, o torna cabo eleitoral de Marques.

Com a ascensão de Enivaldo ao cargo de prefeito, sua eleição deixou uma lacuna na Ales, onde Luiz Durão ocupa sua vaga e Gustavo seria o nome adequado para disputar o cargo que ele por várias vezes ocupou. Até então, nenhuma ação dos parlamentares estaduais ligados a Enivaldo, se apresentou como espetacular, tanto que a deputada gabrielense Raquel Lessa, nomeou o ex-vereador Wilson Mulinha, para ter seu nome massificar seu nome na região.

Na Câmara Municipal, nenhum nome foi proposto ou se apresenta para a disputa. Sabe-se que a maioria vai optar em ficar com Gustavo ou Firmino, principalmente porque, com a eleição do vice-prefeito e atual secretário da saúde, quem assumiria numa eventual ausencia de Enivaldo, seria o presidente da Câmara, vereador Lemão Vitorino.

Outros nomes como Valmiro Saar, Huander Bofe, Mário Agapito, Wilson Mulinha e até Luciano Pereira continuam sendo ventilados. No caso de Luciano precisa esclarecer sua pendencia com a justiça eleitoral, fato que o impediu de disputar o pleito municipal no ano passado.

COMPARTILHAR

Warning: A non-numeric value encountered in /home3/reporterbarra/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 1008