BPMA realiza mais uma etapa da Operação Piracema

O Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) realizou nesta terça-feira (23), em todo o estado, mais uma etapa da “Operação Piracema”, visando preservar espécies de peixes de água doce que se utilizam desse período para a reprodução, além de coibir a pesca predatória e o exercício da atividade pesqueira irregular. A primeira fase desta operação ocorreu em dezembro de 2020, sendo identificadas diversas irregularidades.

Ao todo, 42 policiais, 10 embarcações e 14 viaturas participaram das fiscalizações, que ocorreram em rios e lagoas, além de comércios como peixarias e supermercados. As Secretarias de Meio Ambiente de Vitória e Serra e a Capitania dos Portos também auxiliaram a operação. A Companhia Independente de Operações com Cães (CIOC-PMES) participou da operação na região do rio Reis Magos, local que frequentemente é utilizado para o tráfico de drogas e armas, em sua extensão e margens. O BPMA logrou êxito na operação, realizando a apreensão de aproximadamente cinco quilômetros lineares de rede e seis tarrafas. Não houve detidos nesta oportunidade.

Dentre os locais onde ocorreram as apreensões, destaca-se a fiscalização na Área de Proteção Ambiental Marinha “Baía das Tartarugas”, região que recebe esse nome em homenagem às tartarugas marinhas que frequentemente são vistas nessa região e sofrem muito com a poluição e com a pesca predatória, principalmente através das redes que irregularmente são dispostas nesse ponto, ceifando a vida destes animais que, por vezes, ficam presos nesse material. Foram apreendidos na região aproximadamente 100 metros lineares de rede e duas tarrafas.

“O BPMA tem se mostrado presente intensificando as fiscalizações, para que o período da piracema seja respeitado. É um tempo onde os peixes realizam sua reprodução. Apesar de receberem um auxílio do Governo Federal para não pescarem nesse período, muitas pessoas acabam desrespeitando o defeso, infringindo a lei.” ressaltou o tenente-coronel Cosme Carlos da Silva, comandante do BPMA.

A piracema se encerra no próximo dia 28 de fevereiro e as fiscalizações serão mantidas até o final do período. No próximo final de semana, o foco da fiscalização do BPMA será o terceiro período de andada do caranguejo-uçá, de 27 de fevereiro a 05 de março, sendo neste tempo proibida a captura, o confinamento artificial em cativeiro do animal vivo, transporte, beneficiamento, industrialização, armazenamento e a comercialização dos indivíduos e das partes isoladas (quelas, pinças, garras ou desfiado), em todo o Espírito Santo.

Auxilie o Batalhão de Polícia Militar Ambiental, denunciando crimes ambientais. As Denúncias podem ser realizadas através do site disquedenuncia181.es.gov.br ou através do telefone 181.

BPMA – Em defesa da vida e do meio ambiente.

COMPARTILHAR

Warning: A non-numeric value encountered in /home3/reporterbarra/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 1008