Vacina de vento: MP denuncia e pede prisão de técnica após falsa aplicação

Rozemary Gomes Pita ainda teria se apropriado da seringa e do imunizante, já que os materiais não foram localizados

A técnica de enfermagem denunciada por fingir aplicar a vacina contra o coronavírus em um idoso, de 90 anos, no Rio de Janeiro, foi denunciada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ). O órgão ainda pediu a prisão preventiva da profissional da saúde.

O caso aconteceu no último dia 12, no posto drive-thru da Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói, na Região Metropolitana. Em vídeo publicado nas redes sociais, é possível ver que Rozemary Gomes Pita não pressiona o êmbolo da seringa, deixado de aplicar o imunizante em Helcio França dos Santos.

Em nota, o MPRJ diz ainda que na manhã do mesmo dia, a “técnica de enfermagem se apropriou da seringa e de 0,5 ml da vacina, pois o material não foi encontrado posteriormente, ato considerado grave”.

Como denunciar:
– Procurar imediatamente o responsável pelo posto de vacinação ou a Secretaria de Saúde;
– Apresentar queixa em uma delegacia policial;
– Procurar o Ministério Público;
– Denunciar ao Conselho Regional de Enfermagem.

Os meus direitos na hora da vacinação:
– Olhar o frasco da vacina e a seringa antes e depois da aplicação;
– Conferir se o número do lote que consta no comprovante de vacinação é o mesmo informado no frasco;
– Registrar com o celular a vacinação.

Qual é a punição?
– Pena de 1 mês a 1 ano de cadeia por infração de medida sanitária, e de 2 a 12 anos pelo crime de peculato, quando o funcionário público comete intencionalmente a infração;
– Se ficar provado desatenção ou incompetência, o profissional é alvo de processo administrativo e sofre sanções.

Fixar Video No Topo
COMPARTILHAR

Warning: A non-numeric value encountered in /home3/reporterbarra/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 1008