Caso Isis Helena: Jennifer, mãe de Isis, que confessou o assassinato é encontrada morta na prisão

A pequena Isis Helena, de 1 ano e 1º meses, desapareceu no dia 2 de março de 2020, a menina que era especial, portadora de microcefalia e tomava remédios controlados teria desaparecido misteriosamente da casa da avó da mãe da criança, localizada em Itapira, no interior de São Paulo.

O caso envolto em mistérios chamou a atenção da polícia, a menina que precisava de cuidados foi deixada sozinha com um idoso doente que não tinha condições de monitora-la, Isis não conseguia se sentar e nem andar e por isso pessoas próximas da família, inclusive sua mãe Jennifer Natalia Pedro, se tornaram os principais suspeitos.

O corpo de Isis Helena foi encontrado enterrado no dia 29 de abril de 2020, segundo informações da polícia Jennifer confessou ter cometido crime.

Após ser presa Jenifer revelou que a filha estava doente, que lhe deu remédio para controlar a febre, deu mamadeira e a colocou para dormir de barriga para cima, na manhã seguinte teria encontrado a filha morta.

Assustada sem saber o que fazer, teria colocado a menina em uma mochila e a levado até o local onde seu corpo foi encontrado.

Jeniffer foi presa no dia 24 de abril, após a justiça decretar sua prisão preventiva.

Na noite desta segunda-feira (22), o jornalista Luiz Bacci, apresentador do telejornal ‘Cidade Alerta’, que fez uma ampla cobertura do caso do desaparecimento e morte de Isis Helena, informou através do seu perfil oficial no Instagram que Jennifer Natalia Pedro, foi encontrada morta na prisão.

Ainda segundo Bacci ao que tudo indica ela foi assassinada pelas detentas que não a perdoaram por matar a própria filha. Confira:

 

COMPARTILHAR

Warning: A non-numeric value encountered in /home3/reporterbarra/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 1008