Registro de candidatura de vereador que participou da farra das diárias é indeferido

Candidato à reeleição, Joneci teve seu registro indeferido

O juiz eleitoral Wesley Sandro Campana dos Santos, de Rio Bananal, no Norte do Espírito Santo, indeferiu o pedido de registro de candidatura de Joneci Inácio de Oliveira, ao cargo de vereador de Governador Lindenberg, também no Norte do Estado. A sentença foi divulgada na tarde de terça-feira, 20.

 

O pedido de impugnação do registro de Necica, como é conhecido, foi feito pela Coligação Quem fez e faz, vai fazer muito mais, formada pelos partidos PSD, Avante, PDT e PSB, com base no fato de que ele foi condenado no processo que tramitou junto ao Tribunal de Contas do Espírito Santo.

 

O processo se referia ao recebimento de diárias para participar de curso, mas na realidade ele, que é candidato à reeleição, não saiu do Município e participou de reuniões da Câmara. A condenação já transitou em julgado, o que o torna inelegível. Ao se defender, ele alegou ter devolvido o valor utilizado.

 

Mas seu argumento não foi acatado pelo juiz, que entendeu que ele só restituiu os valores depois que a condenação já tinha transitado em julgado. Em vista disso o juiz eleitoral julgou procedente o pedido de impugnação feito pela coligação e improcedente o registro de candidatura do vereador Joneci.

 

Joneci Inácio e um grupo de ex-vereadores foram condenados a devolver valores recebidos indevidamente durante a chamada farra das diárias na Câmara Municipal de Governador Lindenberg. Só Joneci e Ângela Maria Altoé Montozo ainda têm mandatos de vereador e vice-prefeita, respectivamente.

 

Lista dos políticos que participaram da farra das diárias

As informações e foto são do Colatina News

COMPARTILHAR