BPMA apreende armas e recolhe animais silvestres em Água Doce do Norte

Uma pessoa foi detida por policiais militares do Posto Avançado da Terceira Companhia de Polícia Militar Ambiental, na noite desta quarta-feira (19), durante a realização de uma operação para averiguar uma denúncia anônima encaminhada pelo Serviço Disque Denúncia 181. O fato ocorreu no Distrito de Bom Destino, zona rural de Água Doce do Norte.

A denúncia anônima descrevia aos policiais que, naquela comunidade, algumas pessoas praticavam caça e comércio ilegal de animais silvestres, utilizando-se de armas de fogo.

No local indicado pela denúncia, os policiais visualizaram diversos animais silvestres em cativeiros. Ato contínuo, nos cômodos da residência, foram localizadas e apreendidas três espingardas sendo uma de fabricação artesanal, uma no calibre 22 e outra no calibre 32, além de duas munições no calibre 32.

Ao todo foram apreendidos 11 gaiolas e 11 pássaros silvestres, dentre os quais: dois melros, um papagaio Chauá (espécie ameaçada de extinção), dois sabiás, quatro coleiros e dois trinca-ferro. O detido e todo o material apreendido foram encaminhados para Delegacia Regional de Barra de São Francisco

O comandante da Terceira Companhia Ambiental, capitão Fabrício Pereira Rocha, frisa que a participação social por meio de denúncias anônimas foi fundamental para esta e outras apreensões realizadas pela subunidade ambiental ao longo do ano. “É o cidadão que reside e conhece a comunidade onde mora, é o cidadão que vive diretamente o problema. É ele que detém as informações chave para direcionar e que ajudam no êxito das ações da polícia”, destaca o oficial.

O capitão Fabrício informa que as denúncias de crimes ambientais podem ser feitas pelo telefone 181 ou por meio do site www.disquedenuncia181.es.gov.br. Não há necessidade de se identificar e o anonimato é garantido.

COMPARTILHAR