Uma chuva de meteoros Perseidas será vista no ES dia 13 de agosto

Tudo sobre a chuva de meteoros Perseidas 2015

No dia 12 de agosto acontece o pico da chuva de meteoros Perseidas: O que é uma chuva de meteoros? Como observar? Será visível no Brasil?

Chuvas de meteoros acontecem quando a Terra passa por uma região repleta de fragmentos espaciais deixados por um cometa ou um asteroide. A chuva de meteoros Perseidas (ou Perseídeas), assim como a maioria, acontece todos os anos, e conforme consta no calendário das principais chuvas de meteoros do ano, ela é resultado de fragmentos deixados pelo cometa Swift-Tuttle 1862 III. Na verdade, a chuva de meteoros Perseidas acontece entre os dias 23 de julho a 22 de agosto, mas é na madrugada do dia 12 para o dia 13 de agosto que acontece seu pico (momento em que uma maior quantidade de meteoros pode ser observada.

Professor Sérgio Bisch disse que é possível ver meteoros todos os dias (Foto: Thiago Coutinho/AT)

A taxa da Perseidas (quantidade de meteoros observáveis) durante seu pico é de 80 meteoros por hora, porém, segundo a NASA e o astrônomo francês Jeremie Vaubaillon, da Sociedade Astronômica Real, podemos esperar por um “outburst” (uma quantidade ainda maior de meteoros) especialmente nesse ano, quando acredita-se que mais de 100 meteoros possam riscar o céu a cada hora.

Como foi dito anteriormente, a chuva de meteoros Perseidas tem seu pico na madrugada do dia 13 agosto, e nenhum equipamento é necessário. Basta se sentar ou deitar em uma posição confortável e olhar para o céu na região da constelação de Perseus, que é o radiante da chuva (por isso o nome Perseidas). A constelação de Perseus pertence ao hemisfério norte, e no hemisfério sul ela é vista próxima do horizonte nordeste. Por conta disso, quanto mais ao norte do Brasil estiver o observador, mais fácil será de observar os meteoros.

Um fator positivo nesse ano é que o pico dessa chuva ocorre durante a Lua Nova, portanto poderemos observar uma maior taxa de meteoros, uma vez que não haverá sua luz para ofuscá-los. Dê preferência para regiões longe de cidades grandes, ou de postes de luz, pois quanto mais escuro for o céu, mais meteoros poderão ser vistos.

Olhe para a direção norte / nordeste do céu, pois é de lá que a maior parte dos meteoros surgirão. Mas mesmo assim, fique de olho em outras partes do céu, pois muitas “estrelas cadentes” poderão riscar outras regiões do firmamento.

A chuva de meteoros Perseidas recebe este nome por dar a impressão de que os raios de luz partem do radiante, um ponto no céu localizado na constelação de Perseus. Apesar de serem chamados de “estrelas cadentes”, os raios de luz provêm de fragmentos rochosos ejetados por asteroides, que viajam no espaço em uma velocidade de 60km por segundo. A velocidade faz com que o material atinja uma temperatura de 10.000ºC e entre em combustão, gerando a luminosidade enquanto percorre sua trajetória.
COMPARTILHAR