Solicitações de Vereadores para equipar Hospital Dr. Alceu Melgaço no combate a Covid-19 deve gerar a criação de 20 leitos

Vereadores Boff, Juvenal, Mulinha, Admilson e Paulinho são os proponentes das ações no Hospital Dr. Alceu Melgaço Filho enviadas ao Governo do Estado e alertadas ao MP

Os  investimentos que o Governo do Estado através da SESA vem empreendendo no Hospital Dr. Alceu Melgaço Filho, acontece após representações que pelo menos quatro parlamentares: HUANDER CLEIDY CARDOSO DE SOUZA, JUVENAL CALIXTO FILHO, WILSON PINTO DAS MERCES, ADMILSON RIBEIRO BRUM e PAULO ROBERTO DOS REIS fizeram ao Ministério Público, denunciando a necessidade de se investir para atendimento de pessoas portadoras da Covid-19, notadamente conter o avanço da doença no município.

Antes do documento protocolado junto ao MP, Huander Boff e Juvenal Calixto encaminharam no inicio de abril, para o Governo do Estado, ofício solicitando transformar o hospital Dr. Alceu MelgaçoFilho em referência ao tratamento dos casos da COVID-19 e a possível implantação de um HOSPITAL DE CAMPANHA no estádio Joaquim Alves.

O resultado é que o Hospital já está passando por transformação e os investimentos solicitados e sugeridos pelos parlamentares já está projetando a implantação de 20 leitos voltados especialmente para casos da covid-19. Desse total, cerca de 10 leitos serão adotados para observação e outros 10 para internações de enfermaria tendo um local para dois leitos para pacientes entubados.

Segundo os vereadores que assinaram o documento encaminhado para as autoridades, não teremos pacientes com COVID-19 na UTI do Dr. Alceu Melgaço. Nesse caso, os pacientes serão transferidos para o Hospital Silvio Avidos em Colatina.

De acordo com informações, hoje o hospital vai receber a visita de uma representante da SESA para estudar uma possível implantação de uma tenda equipada na parte externa da unidade hospitalar, para a instalação dos 20 leitos de enfermaria específica para tratamento da COVID-19.

Abaixo o documento encaminhado ao Ministério Público local

ILUSTRISSIMO SENHOR DOUTOR PROMOTOR DE JUSTIÇA CÍVEL DE BARRA DE SÃO FRANCISCO, ES:

HUANDER CLEIDY CARDOSO DE SOUZA, brasileiro, casado, vereador, portador do CPF n. 031.994.037-35, residente e domiciliado na rua Antônio Onofre, n. 18, Bairro Morada Feliz, Campo Novo, Barra de São Francisco, ES; JUVENAL CALIXTO FILHO, brasileiro, casado, vereador, portador do CPF n. 035.822.367-90 e CI n. 7.672.592 – SSP/MG, residente e domiciliado na rua Astrogildo Romão dos Anjos, n. 72, centro; WILSON PINTO DAS MERCES, brasileiro, casado, portador do CPF n. 711.351.387-53, com domicílio na rua AcrianoShimidt, n. 135, Irmãos Fernandes, Barra de São Francisco, ES;ADMILSON RIBEIRO BRUM, brasileiro, solteiro, vereador, portador do CPF n. 978.424.247-04, residente e domiciliado na rua Jackson Barbosa, N. 64, Bairro Campo Novo, Barra de São Francisco, ES,vêm, á ilustre presença de V. Sª., REPRESENTAR em face do MUNICÍPIO DE BARRA DE SÃO FRANCISCO E DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, através de seus representantes legais, em face do que abaixo se expõe:

Como se sabe, a pandemia do corona vírus – Covid-19 é uma triste realidade mundial, estando nosso município incluído dentre aqueles com inúmeros casos confirmados, inclusive com pelo menos uma morte registrada.

O quadro da doença na região vem se agravando rapidamente. Pelo boletim informativo oficial da prefeitura municipal, hoje temos 82 casos suspeitos e 15 confirmados. Por enquanto temos uma morte.

Vislumbrando a tragédia iminente pela escassez de recursos concernentes à saúde, alguns dos subscritores desta peça oficiaram ao governo do estado do Espírito Santo buscando um aparelhamento adequado do hospital doutora Rita de Cássia, tanto no que diz respeito a material humano quanto a equipamentos e espaço físico, especialmente porque o município atende uma região com aproximadamente 300 mil pessoas que engloba, não apenas o noroeste capixaba, mas, também o leste de Minas Gerais.

Na mesma toada os postulantes vêm incessantemente cobrando o chefe do executivo municipal em suas falas por ocasião das sessões regulares da Câmara Municipal, chamando sua atenção para a seriedade do momento em que vivemos e para a necessidade emergente de vigilância e investimentos na saúde, por entenderem que a pandemia precisa ser contida a todo custo, eis que, além de ceifar vidas humanas, também é vetor de grandes prejuízos à economia local.

Infelizmente, a despeito das incessantes cobranças, até o presente momento o estado não se moveu. Não há notícias de investimentos na ampliação da capacidade de atendimento do hospital local, muito menos qualquer movimentação objetivando a implantação do hospital de campanha ou alguma outra iniciativa que vise amenizar o sofrimento da população quando do pico da doença.

Veja que estamos numa crescente de pessoas infectadas e nosso temor começa a se tornar realidade. A mídia anexa revela o descaso, tanto do município quanto do estado com uma família francisquense, onde, mesmo com todos os sintomas da doença tiveram que enfrentar um verdadeiro calvário para, enfim conseguirem uma internação no hospital Roberto Silvares, em São Mateus, debaixo de muitas lágrimas. Entretanto, se continuarmos de braços cruzados, teremos muitosoutros casos da estirpe com o caos batendo ás nossas portas.

Especificamente no que diz respeito aos fatos concretos narrados no áudio, entendemos que simplesmente não podem ser ignorados, cabendo ao Ministério Público apura-los com rigor e tomar as providencias cabíveis, até mesmo porque tal mídia acabou sendo compartilhada pela imensa maioria da população e se tornou pauta da imprensa local. Para nós, houve omissão de socorro por parte da administração municipal, mas, como se disse, tais fatos carecem de apuração.

Diante do exposto, requer sejam apurados os fatos narrados na mídia anexa, com a propositura das ações cabíveis e que sejam tomadas providencias objetivando a que o Estado do Espírito Santo aparelhe adequadamente o hospital local, assim como que se instale um hospital de campanha no município, pois que não podemos aguardar a tragédia se instalar para depois agir.

Pedem deferimento.

B.S.Francisco,ES., 12 de maio de 2020.

HUANDER CLEIDY CARDOSO DE SOUZA – Vereador

                    JUVENAL CALIXTO FILHO – Vereador

                    WILSON PINTO DAS MERCES – Vereador

                    ADMILSON RIBEIRO BRUM – Vereador

                    PAULO ROBERTO DOS REIS – Vereador

Veja solicitações anteriores

http://www.barradesaofrancisco.es.leg.br/noticia/ler/999/vereador-huander-boff-conversa-com-casagrande-e-pede-instalacao-de-comite-gestor-da-covid-19

 

ASCOMCMBSF

 

 

 

 

 

COMPARTILHAR