Admilson Brum consegue liminar e suspende afastamento da Câmara Municipal

O vereador suplente Admilson Brum, conseguiu na justiça uma liminar que suspende o seu afastamento de 15 dias, votado na Câmara Municipal na última segunda-feira, 8 de junho, onde o mesmo foi acusado de quebra de decoro parlamentar.

A denúncia teria sido feita oficialmente pelo vereador Rubens da Dengue( Carlim da Dengue, PROS), após Dibrum ter supostamente feito gestos que teriam ofendido os demais parlamentares durante um comentário sobre um possível interesse escuso pela realização de CPI’s. Por conta da denúncia, o presidente da Câmara Juvenal Calixto determinou a criação de uma Comissão Especial de Inquérito que resultou nesse afastamento.

A votação terminou empatada em 5 x 5 levando o presidente, vereador Juvenal Calixto,a dar seu voto , desempatando em desfavor de Dbrum.

Votaram a favor do afastamento de D`Bum os parlamentares: José Valdeci, Valézio Armani, Lula Cozer, Paulinho do Hospital e Antônio Moraes. Votara contra o afastamento de Dbum os parlamentares: Mulinha, Aloisio Alves, Tiãozinho da Colina, Camatinha e Jessui da Cesan. Os vereadores Dbrum e Carlim da Dengue não puderam votar, pois Carlim da Dengue foi o autor da denúncia e Dbrum foi o denunciado.

Pela sua página pessoal no facebook,  assim que foi suspenso, o vereador Dibrum fez um desabafo já dando indícios que tomaria providências para reverter a situação “Querem calar a voz do povo, mas não conseguirão…aguardem!!!”, comentou ele na ocasião.

Segundo divulgado pela assessoria da Câmara , Admilson argumentou em sua defesa que pelo Regimento Interno teria 20 minutos para se defender e não 15 como lhe foi dado. Rebateu as acusações, afirmando que as testemunhas de acusação, estavam indecisas e por diversas vezes, justificou que tanto o áudio como a ata daquela sessão em questão, não continham nada que pudesse desaboná-lo. Pela decisão divulgada hoje, os argumentos de Dibrum foram aceitos e o mesmo já participará da sessão do próximo dia 15.

Suplência

Admilson Brum assumiu em março interinamente a vaga do vereador de seu partido Emerson Lima, que se licenciou  para ocupar o cargo de Secretário de Interior e Transporte, a convite do prefeito Luciano Pereira.

Desde quando assumiu a vaga,  Admilson apresentou alguns projetos de relevância e fez indicações. Também neste período vem cobrando transparência e cumprimento do regimento interno da Câmara, que segundo o mesmo , vem sendo constantemente desrespeitado. Na mão de Dibrum, estariam também alguns relatórios do que seriam pagamentos irregulares de diárias.

COMPARTILHAR

Warning: A non-numeric value encountered in /home3/reporterbarra/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 1008