Patrão presenteia funcionários com R$ 42 milhões em confraternização

Cada um dos funcionários recebeu uma quantia baseada no número de anos que já tinha dado à casa

Por IG – Economia

Imobiliária norte-americana decidiu surpreender seus funcionários e agradecer o empenho de todos no trabalho

Imobiliária norte-americana decidiu surpreender seus funcionários e agradecer o empenho de todos no trabalho – Reprodução/Internet

Uma imobiliária de Maryland, nos Estados Unidos, decidiu surpreender seus funcionários ao anunciar uma surpresa. Durante o tradicional jantar de Natal da empresa, a St. John Properties, anunciou a distribuição de 10 milhões de dólares (42 milhões de reais) entre os seus 198 funcionários, de acordo com o número de anos que lá trabalham.

As quase duas centenas de funcionários estavam se divertindo na confraternização de fim de ano, quando foi entregue a cada um envelope vermelho personalizado – que sabiam ser uma “surpresa”, mas não sabiam o quê.

Lawrence Maykrantz, presidente da empresa, fez as declarações iniciais. Ele explicou tinham avançado e conquistado um belo patamar, o desenvolvimento de 20 milhões de metros quadrados em imóveis, duplicando o valor da organização em apenas 14 anos (para 3,5 bilhões de dólares).

O fundador da empresa, Edward St. John, fez o anúncio. Ele explicou que os 10 milhões de dólares seriam para a força de trabalho. Cada um dos funcionários recebeu uma quantia baseada no número de anos que já tinha dado à casa, ou seja, a quantia mínima foi de 100 dólares (420 reais) e a quantia máxima foi de 270 mil dólares (cerca de um milhão de reais).

Confira o vídeo:

Houve quem dissesse que já conseguia pagar o resto do financiamento da casa, ou pagar os estudos dos filhos na totalidade, segundo a reportagem da CNN. “Foi, verdadeiramente, uma das coisas mais incríveis que pude presenciar na minha vida. Todos estavam dominados pelas emoções. Houve gritos, lágrimas, riso, abraços”, disse o presidente à mesma publicação.

“As pessoas fizeram fila para nos abraçar, beijar, apertar as mãos. Ouvimos histórias atrás de histórias sobre o que iam fazer com o dinheiro. Agora, estão livres de dívidas, vão pagar os créditos, as casas, as mensalidades dos filhos”, continuou.

“Estamos muito orgulhosos dos nossos colaboradores, eles são a razão do sucesso desta empresa”, disse ainda Maykrantz.

COMPARTILHAR