Botafogo tem melhor público do ano contra o Cruzeiro

Mais de 22 mil alvinegros estiveram no Nilton Santos

Por Lance

Melhor jogador do Botafogo, Gabriel ganha a bola no alto de Fabrício Bruno

Melhor jogador do Botafogo, Gabriel ganha a bola no alto de Fabrício Bruno – Vitor Silva/Botafogo

Rio – Se o Botafogo não conquistou a vitória dentro de campo, a torcida mostrou que está abraçada com a equipe fora dele. Diante da derrota por 2 a 0 para o Cruzeiro, na última quinta-feira, no Estádio Nilton Santos, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Alvinegro alcançou o maior público da temporada, alcançando a meta da diretoria.

Ao todo, 22.412 pessoas estiveram presentes no Nilton Santos para assistirem ao duelo. O número supera os 21.839 indivíduos que foram ver a partida contra o Juventude, pela Copa do Brasil, no dia 4 de abril, antigo recorde da torcida do Botafogo na atual temporada.

Após a vitória sobre o CSA, a diretoria entendeu que a presença da torcida era importante em um momento instável no Brasileiro. O botafoguense comprou a ideia e abraçou o time. A cúpula alvinegra colocou os ingressos a partir de R$ 5 e a possibilidade do sócio-torcedor levar um acompanhante de graça. O resultado foi o Setor Leste esgotado.

“Deu um show mais uma vez a nossa torcida. Nos dois jogos da minha volta, impressionante o quanto nos apoiaram e estiveram do nosso lado. Vamos precisar muito do torcedor. Vamos nos sentir mais forte com eles ao nosso lado dessa forma. Lógico que a cobrança deve existir, como aconteceu com poucas vaias, e eles estão de parabéns. Vamos dar o troco rapidamente para que a gente se distancie o mais rapidamente dessa zona perigosa. Vamos precisar deles para ficarmos mais fortes”, elogiou Alberto Valentim.

Diante de um momento difícil – o Botafogo está a três pontos da zona de rebaixamento -, a torcida abraçou a equipe. Do início ao fim da partida, foram ouvidos apoio e aplausos vindos das arquibancadas. Os cantos, inclusive, “pilharam” os jogadores dentro de campo e ajudou a equipe, mesmo que por meio do abafa, a chegar no ataque.

COMPARTILHAR