Locutora de rádio é agredida ao vivo por diretor e ouvintes chamam a polícia

Antes de começar a agressão, diretor se esqueceu de interromper a gravação do áudio

Por O Dia

Locutora de rádio, Claudia Vázquez

Locutora de rádio, Claudia Vázquez – Reprodução
Buenos Aires – Uma locutora foi agredida ao vivo, em seu próprio programa, pelo diretor e proprietário da rádio. O caso aconteceu na cidade de San Juan, na Argentina, e os ouvintes imediatamente chamaram a polícia. As informações são do jornal argentino Clarín.
Claudia Vásquez era apresentadora do programa Las Mañanitas, na rádio Bohemia FM 100.1, e realizava um sorteio quando o diretor e proprietário, Rodolfo Ridao, entrou no estúdio e começou a agredi-la por, supostamente, ter falado mal de sua mulher. Antes de entrar no estúdio, ele se esqueceu de interromper a gravação do áudio, e os ouvintes escutaram toda a agressão. Quando ela deixou o edifício, uma viatura a estava esperando na porta.
“Ele bateu a porta com o punho, jogou meu equipamento no chão, me agarrou pelos braços e me arranhou. Ele veio me ameaçar com a cadeira por cima da minha cabeça”, contou a apresentadora à polícia, segundo o Clarín.
Ao Diario de Cuyo, Vásquez afirmou que os problemas com o chefe são recorrentes. “Eu não sou a única que recebe esse tipo de assédio desse homem. Todos os meus colegas vivem situações semelhantes, mas eles não se atreviam a denunciá-lo. Tudo isso aconteceu comigo porque eu sou a única que confrontou ele”, disse.
COMPARTILHAR