Ministra da Agricultura estará em Águia Branca nesta sexta-feira dia 24

O 12º marco do Início da Colheita do Café Conilon, que acontecerá nesta sexta-feira dia 24, foi confirmada na manhã de hoje, 23, pela Assessoria de Comunicação do Governo do Estado, a presença da ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

A programação foi divulgada pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). O evento acontecerána propriedade do cafeicultor Gilberto Alochio Kubit, no córrego Delta, em Águia Branca.

Além de cafeicultores, políticos e outros produtores rurais do norte do Espírito Santo, o secretário estadual de Agricultura, Paulo Foletto e o governador Renato Casagrande também marcarão presença.

Degustador e vice-presidente da Frente Parlamentar do Café, o Deputado Federal Evair de Melo (PP-ES) destacou o simbolismo e a importância da presença da Ministra Tereza Cristina no Estado, a seu convite, em meio a uma batalha pelo fortalecimento do setor. A saca de conilon ficou em R$ 210,13 e a de arábica em R$ 362,53, ambos fixados de abril de 2019 a março de 2020.

“Desde que assumiu a pasta da Agricultura, a nossa ministra estabeleceu como prioridade a recuperação da cafeicultura nacional. Tê-la em nosso estado é a certeza de que ela irá conhecer a nossa realidade e que contamos com uma importante aliada nesta batalha pelo resgate da autoestima dos nossos produtores”, afirmou Evair.

De acordo com a estimativa do Centro do Desenvolvimento do Agronegócio do Espírito Santo (Cedagro), o custo total da saca de café conilon pode chegar até R$ 313,00, valor 49% maior que o preço mínimo estabelecido. Já o custo do arábica para o produtor pode chegar até R$ 553,00, 53% a mais que o valor mínimo da Conab.

Evair reitera que, antes de expôr o produtor à concorrência externa, é preciso que o Estado forneça condições e infraestrutura adequadas. “É preciso ampliar nossas plataformas comerciais, mas só podemos expor o produtor brasileiro a essa competição internacional quando tivermos infraestrutura, estrada, reforma e simplificação tributária, energia e telefonia disponível, segurança, entre outros fatores que nos dê competitividade”.

Programação

-7h30h Recepção e inscrição dos participantes
-8h – Abertura
-8h30h às 10h – Dia de Campo: “Sustentabilidade diante dos desafios da cafeicultura do conilon”
Estação 1 Espaçamento e Densidade de Plantas no Café Conilon Abraão Carlos Verdin Filho e Marcone Comério, pesquisadores do Incaper
Estação 2 Qualidades e Oportunidades na cadeia do café = Pedro Malta – gerente corporativo de Agricultura nestlé e Rodolfo Clímaco, gerente agrícola Cafés da Nestlé
Estação 3 Licenciamento Ambiental Buscando a Sustentabilidade da Cafeicultura Gabriel Hector Fontana, tecnólogo em saneamento ambiental da Subgerência de Licenciamento Ambiental do Idaf
-10h -Palestra Técnica “Manejo Integrado Visando a Sustentabilidade e a Qualidade do Café”- Renan Batista Queiroz, pesquisador do Incaper
-10h20h Pronunciamento das autoridades
-12h – Solenidade da colheita simbólica que marca o início da safra de 2019 do café conilon no Estado do ES
-12h30h Almoço e encerramento

 

COMPARTILHAR