Governador faz palestra sobre conjuntura econômica a empresários na Serra

  Foto: Ademir Ribeiro/Secom

O governador do Estado, Renato Casagrande, participou, na manhã desta quarta-feira (13), do 161º Café de Negócios da Associação Empresarial da Serra (Ases), realizada em um cerimonial do município. Ele proferiu uma palestra sobre a conjuntura econômica nacional e as mudanças necessárias para o desenvolvimento do País e do Espírito Santo. Casagrande também falou sobre a situação fiscal do Estado, que é “Nota A” na Secretaria do Tesouro Nacional, desde seu primeiro governo (2011/2014).

Entre os temas abordados, o governador destacou a importância de uma reforma da Previdência, que garanta o fim de privilégios e devolva a confiança ao mercado. “Hoje temos uma máquina ineficiente, que cobra tributos exagerados para sustentar essa máquina. Estamos debatendo a reforma da Previdência e, todo mundo pendurou, principalmente o setor produtivo, suas esperanças nessa reforma. A reforma é para resgatar a confiança e precisamos atingir os regimes próprios de previdência”, afirmou.

Casagrande é favorável à reforma, desde que sejam feitas algumas mudanças em relação à proposta inicial do Governo Federal, enviada ao Congresso. “Sou contra a proposta de capitalização como o governo está defendendo, só para o empregado contribuir. Desta forma vai aumentar as desigualdades sociais. A reforma precisa enfrentar a concentração de riqueza, poucos com muito e muitos com nada. Quem ganha mais precisa contribuir com mais. Acho importante ajustar a proposta para a aposentadoria rural e debater os benefícios da prestação continuada. Ajustando, não tem motivos para não apoiarmos”.

O governador também fez uma análise sobre a situação do Espírito Santo. “Com esse cenário ainda duvidoso precisamos ter cautela no que tange aos recursos próprios do Estado. As incertezas nacionais me impõem cautela. Preciso deixar o ano correr para ver como vai ficar a economia nacional. Mas com o dinheiro de transferência do Governo Federal, de parcerias, de financiamento, é pé no acelerador”, exclamou.

Durante sua apresentação, Casagrande voltou a falar sobre o déficit de infraestrutura no Estado, sobretudo, da malha logística. No entanto, o governador se mostrou esperançoso com a articulação que está sendo feita em Brasília para garantir novos investimentos.

“Recebemos a visita do ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, que se comprometeu com as pautas de infraestrutura do nosso Estado e pode nos dar uma maior competitividade. Estamos trabalhando muito na liberação do início das obras do Contorno do Mestre Álvaro. O Brasil passa aqui, precisamos dessa obra e vamos continuar lutando para que ela aconteça”, ressaltou, arrancando palmas dos presentes aos eventos.

Em sua fala, o governador também citou a importância da entidade para o desenvolvimento da Serra: “A Associação se consolidou com uma representatividade muito grande no diálogo com o setor produtivo empresarial. Tem realizado um importante diálogo com as autoridades, com o Governo do Estado, com o município, com o poder legislativo municipal e estadual. Isso para nós é uma conquista enorme, porque através dessas entidades, queremos abrir o diálogo e construir projetos com capacidade de promover o desenvolvimento inclusivo”, ressaltou.

Também participaram do evento os secretários de Estado do Trabalho e Assistência Social, Bruno Lamas; de Desenvolvimento, Heber Rezende; o prefeito da Serra, Audifax Barcelos; além de outras lideranças políticas, civis e empresariais.

COMPARTILHAR