Técnico judiciário é morto a tiros ao chegar em casa em Linhares

Cláudio Henrique Batista foi assassinado com pelo menos cinco tiros no momento em que entrava com o carro na garagem, na terça-feira

Foto: Reprodução TV Vitória
Cláudio Henrique foi morto a tiros dentro da garagem de casa, no bairro Colina

Um funcionário da Justiça Federal foi morto a tiros no momento em que chegava em casa, no bairro de Colina, em Linhares, no norte do Estado, na última terça-feira (05). Cláudio Henrique Batista tinha 42 anos e trabalhava como técnico judiciário.

A vítima estava entrando com seu carro na garagem, quando foi surpreendida por dois homens armados. Os criminosos invadiram a residência e um deles abriu fogo contra Cláudio, que foi atingido por pelo menos cinco disparos.

Os suspeitos estariam escondidos dentro de outro veículo na rua onde morava o funcionário público, aguardando a sua chegada para matá-lo.

O crime é investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Linhares. Até o momento não se sabe a motivação do crime e os suspeitos ainda não foram identificados.

COMPARTILHAR