Enivaldo: “Barragem do rio Itaúnas não representa risco à população de Barra de São Francisco”

Deputado vai pedir que Governo realize audiência pública para tranquilizar moradores, temerosos depois do desastre da barragem da Vale em Brumadinho (MG)

Barragem em Águia Branca: este é o padrão adotado em represas como a que será construída no rio Itaúnas

Atendendo a pedido do presidente da Câmara de Vereadores de Barra de São Francisco, Juvenal Calixto (PPS), o deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD) pedirá, por ofício, ao Governo do Estado nesta segunda-feira (28), a realização urgente de uma audiência pública na cidade para tranquilizar a população acerca da segurança da barragem que está sendo construída no rio Itaúnas, a montante da cidade, dentro do programa de enfrentamento de estiagens na região.

O veredador Juvenal Calixto pediu ajuda a Enivaldo para acalmar a população

Enivaldo disse que recebeu do presidente da Câmara o informe de que parte da população de Barra de São Francisco passou a ficar com medo do que poderá ocorrer no futuro, depois da tragédia ocorrida em Brumadinho (MG), onde uma barragem de rejeitos de minério da Vale se rompeu e deixou um rastro de destruição, com cerca de dez mortos confirmados e mais de 300 pessoas desaparecidas.

“Para piorar, algumas pessoas, que não gostam de ver as coisas boas acontecendo no município, estão espalhando notícias falsas pelas redes sociais de que a barragem do rio Itaúnas colocará em risco a segurança da população por ser construída com barragem de aterro. Não existe esse risco. Barragens de concreto armado somente são feitas quando a representa é muito alta e funda. No nosso caso, a lâmina d´água tem baixa profundidade e a represa tem áreas de escape a partir de determinado nível para não fazer pressão sobre a barragem”, disse Enivaldo.

Apesar de estar bem informado sobre o assunto, Enivaldo dos Anjos disse que vai pedir ao governo do Estado que realize, em regime de urgência, uma audiência pública na Câmara Municipal, com a participação de engenheiros e técnicos da Secretaria de Agricultura para esclarecer à população.

“Existe uma grande diferença entre uma barragem de rejeitos, como é o caso de Brumadinho e também de Mariana, e  uma barragem para suprir abastecimento hídrico, como é o nosso caso”, observou Enivaldo.

A barragem do rio Itaúnas é uma das obras conquistadas pelo deputado Enivaldo dos Anjos dentro do programa estadual que está investindo R$ 60 milhões em 12 municípios na construção de 60 reservatórios de água. A medida foi tomada após a grande estiagem que ocorreu no Estado a partir de 2015, com grande impacto principalmente nas regiões Norte e Noroeste.

A barragem de Barra de São Francisco inundará uma área equivalente a cinco campos de futebol e formará uma reserva de 100 mil metros cúbicos (100 milhões de litros) de água para contribuir com a segurança hídrica da região. A obra, que custará R$ 1,360 milhão, deverá ser entregue no mês de julho, quando começa, normalmente, o período de estiagem.

Fonte: gazeta do norte

COMPARTILHAR