AME PEDE FIM DO FERIADO DO ‘DIA DO EVANGÉLICO’ EM BARRA DE SÃO FRANCISCO-ES

16797483_789859364513181_6948400603058410751_o

Aconteceu no plenarinho da Câmara Municipal de Barra de São Francisco, na tarde de segunda-feira (12), uma reunião entre a AME – Associação dos Ministros Evangélicos de Barra de São Franciscoe vereadores.

A pauta foi para tratar de assuntos referente ao feriado do Dia do Evangélico Francisquense, comemorado no dia 31 de outubro. O feriado foi criado através da Lei, de autoria do então vereador Jessuí da Cesan.

Presentes na reunião representando a AME, o Presidente Pastor André, acompanhado do vice-presidente e do tesoureiro da AME.

De acordo com representantes, a AME vem sofrendo acusações por parte de alguns comerciantes, alegando que os evangélicos, através da associação, têm atrapalhado o comércio no município com esse feriado.

A diretoria da AME achou por bem reunir com os vereadores e solicitar o cancelamento deste feriado do Dia do Evangélico. Lembrando que o feriado é comemorado no dia 31 de outubro em mais de 40 cidades do Estado do Espírito Santo.

A diretoria da AME alega que não quer causar transtorno para os comerciantes e para o município e, por essa razão, achou por bem solicitar aos vereadores o cancelamento deste feriado, passando o mesmo para o segundo domingo de dezembro, quando se comemora o Dia da Bíblia.

O vereador Wilson Mulinha disse que é terminantemente contra o cancelamento do feriado, tendo em suas alegações que existem diversos feriados católicos que são respeitados por todos, e que se é para acabar com o do dia 31 de outubro, acha justo também que se cancele o feriado do dia 04 de outubro (Dia de São Francisco de Assis, padroeiro da cidade), visto que o dia de emancipação política administrativa do município é na data 31 de dezembro.

Disse também que não tem nada contra os católicos, mas que os evangélicos devem ser respeitados, no dia dedicado a eles.

Concorda sim, em mudar a data do feriado do dia 31 de outubro, por ter dois feriados um próximo ao outro e reconheço que causa transtorno em virtude de se comemorar o Dia do Servidor Público no dia 28 de outubro, Dia do Evangélico em 31 de outubro e Finados no dia 02 de novembro, se tornando a semana praticamente morta. Ao invés do feriado do Dia do Evangélico ser na data de 31 de outubro, que se passe o mesmo para a data de 30 de novembro, data esta ao qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decretou, através de lei, mas sem se tornar feriado, o Dia do Evangélico“, disse Mulinha ao SiteBarra.

Os vereadores decidiram que o pedido da AME será respeitado e que um ofício será enviado à câmara municipal para que proceda a mudança.

COMPARTILHAR