Adolescente é assassinada a tiros na frente de casa em Linhares

Suspeito do crime é um adolescente de 17 anos, mesma idade da vítima, Mirele Oliveira Ferreira. Motivo do assassinato seria uma discussão envolvendo um acidente de bicicleta

Uma adolescente de 17 anos foi morta a tiros na frente da casa onde morava no bairro
Interlagos, em Linhares, Norte do Estado.

Segundo a polícia, o motivo do crime seria uma discussão envolvendo um acidente de
bicicleta. O assassinato foi registrado pela Polícia Militar às 17h30 desta segunda-feira
(26). Seis horas depois, um menor da mesma idade da vítima, suspeito do crime, foi
apreendido.
De acordo com o boletim policial, uma testemunha disse que estava na casa da jovem
Mirele Oliveira Ferreira quando ouviu os disparos. Ao olhar pela janela, viu Mirele caindo no chão. Segundo a PM, a vítima foi atingida por cinco tiros: três nas costas, um na
cabeça e o outro no abdômen. Mirele Oliveira Ferreira foi assassinada na frente de
casa

Após denúncias, os militares localizaram o suspeito na casa da namorada dele, no mesmo
bairro. Ele estava em um dos quartos do imóvel. Durante a busca nos seus pertences,
que estavam no quarto da namorada, foi encontrado em uma bolsa um revólver calibre
32 sem munição. Em uma sacola em cima do guarda-roupa, os policiais encontraram
também 17 cápsulas deflagradas e 8 munições intactas.
A PM informou que o suspeito foi reconhecido pela testemunha e encaminhado à 16ª
Delegacia Regional de Linhares. O material apreendido também foi entregue à Polícia
Civil.
De acordo com o titular da Delegacia de Crimes Contra a Vida de Linhares, delegado André Costa, o menor negou participação no crime. No entanto, segundo Costa, até o
momento, os elementos indicam que ele é o autor. “Houve reconhecimento de testemunha
presencial, além de ser apreendido com ele um revólver calibre 32”.
“DESENTENDIMENTO
FÚTIL E BANAL”
Sobre a motivação do crime, o delegado disse que a jovem e o suspeito tiveram um
desentendimento no bairro, com troca de ameaças, que levou à execução da vítima. “Um
desentendimento fútil e banal sobre um episódio com uma bicicleta. O menor teria
atropelado um amigo da vítima. A partir daí, deflagraram uma discussão. O autor ameaçou
que praticaria algum mal contra a vítima. A vítima desafiou que ele não teria coragem. Eles
passaram a se encontrar trocando olhares desafiadores. Ontem (segunda), ele atacou a
vítima”. Costa informou, ainda, que o suspeito será apresentado ao Ministério Público e,
possivelmente vai ser internado até a decisãoda Justiça

COMPARTILHAR