“TRIANGULO AMOROSO” ADOLESCENTE MATA MULHER COM FACA DE COZINHA APÓS BRIGA

fa3cf1a0-a20a-0135-2cc6-6231c35b6685-minified-696x694

A adolescente teria saído do prédio onde morava o ex-marido da vítima

Arlianne Dias, de 21 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira (02)
Arlianne Dias, de 21 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira (02)
Foto: Reprodução/Facebook

A vendedora Arlianne Dias Barbosa dos Santos, 21, foi assassinada por uma adolescente, 16, durante uma briga, na noite de quarta-feira )01), no bairro Aribiri, em Vila Velha.

Segundo a polícia, as duas brigaram porque a menor está se envolvendo com o ex-marido de Arlianne. A vendedora foi atingida com uma facada no peito e chegou a ser hospitalizada, mas não resistiu ao ferimento e morreu. 

O crime ocorreu por volta das 21 horas, na Rua José Bonifácio. De acordo com policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Arlianne e o ex estavam separados há quatro dias.

Ela havia saído do prédio onde morava com ele e ido morar com o pai, o pastor Arnald Catarino Barbosa dos Santos, 58, no mesmo bairro. Mas, ao saber que a adolescente estava com o ex-marido dela nesse prédio, Arlianne voltou até lá e acabou brigando com a menor.

Testemunhas contaram que a vendedora teria flagrado a adolescente saindo do prédio, e direcionado vários xingamentos a ela. Em seguida, as duas teriam começado a brigar e até a lutar. Durante a briga, a menor conseguiu pegar uma faca de cozinha em casa, e então atingiu Arlianne com um golpe no peito.

Após ser esfaqueada, a vendedora andou um pouco pela rua e caiu. Ela foi socorrida por um homem que passava pelo local, e levada para o Hospital Antônio Bezerra de Faria, em Vila Velha. Mas, momentos depois, morreu na unidade.

Já a adolescente ligou para a Polícia Militar, informando sobre o que havia feito. Ela foi encaminhada à DHPP e autuada por homicídio. Momentos depois, foi levada para uma unidade de internação.

O pai de Arlianne explicou que ela e o ex viveram juntos durante oito anos. O casal, que não teve filhos, se separou porque a vendedora descobriu que estava sendo traída, mas, segundo o pai, ela ainda gostava dele.

“Minha filha era meiga, boa, não tinha problema com ninguém. Se separou porque descobriu traições, descobriu que o ex-marido estava com essa mulher. Ela era brava, e, como ainda o amava, ficou alterada quando soube que a mulher estava no prédio com ele”, comentou.

Ele acrescentou que espera que a adolescente continue presa. O caso será apurado pela Delegacia de Homicídios e Proteção às Mulheres.

COMPARTILHAR