HOMEM AMEAÇA A EX, COSPE EM POLICIAIS E VAI PARAR NA CADEIA

foto ilustrativa

O jovem de 20 anos proferiu várias palavras de baixo contra os policiais e para fugir fez manobras radicais nas ruas do centro da cidade.

Um jovem de 20 anos quis dar uma de valentão na manhã deste sábado (9) em pleno centro de Linhares. Inconformado com o término do relacionamento ele parou com o veículo, um Fiat Pálio de cor vermelho, na frente da loja da ex, na Rua Monsenhor Pedrinha, e iniciou uma série de ameaças. A vítima, uma vendedora de 24 anos, possui uma medida protetiva que foi descumprida pelo ex. Ela acionou a Polícia Militar que conseguiu identificar o jovem e iniciou uma perseguição pelas ruas e avenidas do centro comercial. De acordo com a PM, o ex-namorado fez várias manobras perigosas que colocou em risco a vida de pedestres que transitavam pelas vias. “Ele parou o carro em frente a loja e disse que se eu não fosse falar com ele, não iria embora”, contou a jovem aos policiais militares. Além das ameaças ele buzinava insistentemente. 

Os PMs em moto patrulha conseguiram abordar o jovem que se recusou em sair do veículo. Foi aí que se iniciou uma série de agressões verbais contra os policiais. Segundo o Boletim Unificado o ex teria dito: “não vou sair de d**** nenhuma não! não sou vagabundo não seu filho da p*****!”. A PM precisou usar força proporcional para retirar o jovem de dentro do veículo e ainda contar com a ajuda de policiais devido ao alto grau de agressividade do ex. Um dos policiais levou uma cusparada do jovem e teve dois dedos lesionados pelo mesmo. Na ação de imobilização, o suspeito sofreu alguns arranhões nos pés. Mesmo detido, o ex continuou com a série de agressões verbais: “policiais filhos da p****”, “vão tomar no c****”, “quero ver se são homens, sem armas”, “quando sair vou pegar vocês”. Ele foi levado para a sede da 16ª. Delegacia Regional de Linhares para prestar esclarecimentos as autoridades policiais.

Na Delegacia, a titular da Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher, Suzana Garcia, presenciou as ameaças aos militares e a própria vítima. O veículo utilizado pelo suspeito foi apreendido assim como a sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O teste do bafômetro acusou negativo para o uso de bebida alcoólica. O caso será investigado pela Polícia Civil.

COMPARTILHAR