CICLISTA DE 82 ANOS É ATROPELADO NO NORTE DO ES

idoso morava na comunidade e foi identificado como Osvaldo Manoel Farias. Ele foi atingido por um Corolla que seguia para o distrito de São Rafael

A Polícia Civil está investigando a morte de um idoso de 82 anos, que teria sido atropelado e morto na tarde de domingo (27), por volta das 16 horas, na estrada que liga Linhares a a localidade de Chapadão das Palminhas, próximo a fazenda Três Marias.

Segundo informações da Polícia Militar, Osvaldo Manoel Farias foi atingido pela condutora de um veículo Corolla, de placas MTT 9559, identificada como Judite Ferraço Suave. No carona estaria o marido dela, o vereador Gelson Suave.

Para proteger a integridade física do casal, a polícia militar deu proteção através de isolamento, devido que a comunidade ficou exaltada e queriam apedrejar e incendiar o veículo.

De acordo com os peritos da Polícia Civil que estiveram no local colhendo dados, tanto o ciclista quanto o casal seguiam na contramão da estrada. O vereador não quis falar com a imprensa e foi conduzido à sede da 16 Delegacia Regional de Linhares para prestar esclarecimentos às autoridades policiais.

Segundo a reportagem do Site de Linhares que publicou matéria a respeito do caso, a advogada de Judite, Jaqueline Rossoni, afirmou que a esposa do vereador foi retirada do local do acidente, por estar abalada emocionalmente e também para que sua integridade física fosse preservada.

Bafômetro

O teste do bafômetro também não foi realizado na condutora do veículo e nem no vereador. O Departamento de Trânsito da PM explicou que o procedimento não foi realizado porque os policiais se sentiram inseguros em decorrência do ânimo exaltado dos familiares e moradores da região.

O Boletim de Ocorrência destaca que Gelson não apresentava sinais visíveis de embriagues. O mesmo também se recusou a realizar o teste etílico porque garante que não estava na direção do Corolla.

Versão contestada

Um neto da vítima, Wesley Giovanelli, contesta a versão da polícia e do vereador. “Quando eu cheguei ao local do acidente a mulher estava sentada no banco do carona com o cinto de segurança e ele estava do lado de fora do carro”, contou.

O corpo de Osvaldo foi recolhido e encaminhado ao Serviço Médico Legal de Colatina para reconhecimento e liberação dos familiares para velório e sepultamento. O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil. As fotos e vídeo são do Site de Linhares.

COMPARTILHAR