Candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, morre em acidente aéreo em Santos

O candidato à Presidência da República pelo PSB,que Eduardo Campos, candidato a Presidente do Brasil, foi uma das vítimas do acidente aéreo ocorrido em Santos na manhã desta quarta-feira(12).

O presidenciável era esperado para evento em Santos, e seria recebido pelo amigo deputado federal Márcio França, do PSB, que fez contato pela última vez com Campos às 9h30.

A aeronave caiu sobre algumas casa na Rua Vahia de Abreu, no Canal 3, em Santos, na manhã desta quarta-feira (13). De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Santos, quatro pessoas que estavam próximas ao local foram encaminhadas para o Pronto Socorro Central, com intoxicação e ferimentos de estilhaços. Não se sabe se alguém morreu.

O Comando da Aeronáutica informou que a aeronave é do modelo Cessna 560XL, com prefixo PR-AFA e tem capacidade para doze pessoas. A aeronave decolou do Aeroporto de Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e caiu quando se preparava para pousar no Guarujá.

Equipes do Corpo de Bombeiros, do Samu e da Defesa Civil estão no local.

Ana Cecília Alvarez, de 52 anos, moradora do prédio em frente à academia, contou que no momento do acidente estava na cozinha de seu apartamento no sexto andar. “Fui arremessada para trás. Pensei que fosse um furacão. Saí correndo do jeito que estava pelas escadas”, contou Cecília. Quando chegou na rua, as vidraças do prédio e das casas ao redor estavam quebradas. “O porteiro do prédio ficou ferido porque também foi jogado para trás com o impacto”.

Ela ainda conta que policiais e bombeiros chegaram rapidamente ao local para isolar o quarteirão.

Outra moradora de um quarteirão próximo contou que sentiu um tremor. “O barulho era tão alto que parecia o de um terremoto. Vidros se quebraram e, quando saí na rua, os batentes das portas das casas estavam arrebentados.

COMPARTILHAR